FANDOM


Steven Universe

Esta página é uma transcrição finalizada do episódio "Poder Político".
Não edite esta página, a menos que você encontre algum erro gramatical ou descrição incorreta.
No caso de outros tipos de mudança, por favor entre em contato com a administração.

(O episódio se inicia com a Pérola testando uma máquina)
Pérola: Uhum, esse lugar deve ser seguro, Ametista, você está com o robonoide? (Garnet e Ametista vão até Pérola, na beira da praia. Ametista está chutando um robonoide)
Ametista: Relaxa, tá tudo sobre controle.
Pérola: Ametista, eu acabei de consertar ele!
Ametista: Tá, eu já sei, tudo bem.
Pérola: Ah, muito bem, temos tudo que precisamos para a experiência e o Steven está lá em casa, dormindo! (Steven está do lado de fora do Templo)
Steven: Oi, gente.
Pérola: Steven! Já passou da hora de você ir pra cama. É melhor você voltar pra casa, agora mesmo.
Steven: Ah, mas eu não quero perder, seja lá o que isso for, que que isso aí, hein?
Ametista: A Pérola resolveu construir um amigo robô pra ela.
Pérola: Isso aqui não é uma amigo robô, isso é um robô disruptor, que deve produzir uma energia localiza. (Pérola pega o robonoide dos pés de Ametista) Então quando Peridot vier... (Ela hesita em falar da vinda de Peridot para acabar com elas) Nos encontrar aqui, vamos ter uma coisa que pode nocautear os robonoides dela. E agora, fiquem todos bem afastados! (Pérola pega um controle para começar a testar. Até que ela aperta o botão e uma onda sonora derruba as Gems e acaba com a energia da cidade)
Steven: Nós conseguimos. (O robonoide começa a andar o que faz que o teste de Pérola falhe) Pelo menos acabamos com a energia da cidade.
Pérola: Steven, essa não é a questão, quer dizer, muito bem, já foi um começo. Agora vou precisar tirar algumas peças da máquina de lavar. Steven, você vai ter que usar a mesma blusa por algum tempo.
Steven: Sem problema. (Steven tira sua camisa tendo outra por baixo. No dia seguinte, Steven acorda bocejando)
Steven: Hã. (Steven boceja, vai até a cozinha e paga um alimento na geladeira. Em seguida, ele põe esse alimento no microondas, mas logo percebe que está sem energia) O que que tá havendo com o micro... Ai. (Steven aperta o botão e a porta do objeto vai bem em sua cara) Por que que não tá funcionado, hein? (Prefeito Dewey bate na porta da casa e Steven vai atendê-lo) Prefeito Dewey?
Bill Dewey: Olá, meu jovem. Alguma de suas irmãs, está em casa?
Steven: Minhas irmãs?
Bill Dewey: As que tomam conta de você. Aquela alta, roxa, a bonitinha. Olha, a cidade toda desde ontem á noite, elas tem alguma coisa a ver com isso.
Steven: As minhas irmãs?
Bill Dewey: Tem mais alguém em casa com quem eu possa falar sobre isso?
Steven: Pérola! (Steven chama a Pérola)
Pérola: Estou indo. (Pérola está com um robonoide na mão) Ah, posso ajudá-lo?
Bill Dewey: Pode. Olá, é que Beach City está passando no momento por um completo corte de energia e eu...
Pérola: Ah, não se preocupe com isso, a energia pode voltar ainda esta noite no mais tardar, nunca.
Bill Dewey: Pode nunca mais voltar!?
Pérola: Isso mesmo.
Bill Dewey: Não, não, não, a luz tem que voltar. O povo de Beach City não pode ficar numa situação dessas. O povo precisa de diversões eletrônicas para que não perceba que a cidade é um imã para desastres!
Pérola: Ah, não seja tão dramático, eu já vi os seres humanos saírem bem sem energia elétrica, caçavam e acendiam fogo, haha, por que não fazem mais isso?
Bill Dewey: Você não está entendendo. As coisas podem parecer calmas agora á luz do dia, mas quando o sol se põe a cidade também se põe. (Prefeito Dewey faz um clima dramático)
Steven: Ele tem razão, Predeito Dewey, a responsabilidade é toda nossa, nós vamos ajudá-lo a resolver isso.
Garnet: Não vamos não! (Garnet grita lá de dentro)
Steven: Eu vou ajudá-lo a resolver isso.
Bill Dewey: Tá bem, mas eu não vou te pagar.
(Mais tarde, Steven e o Prefeito estão conversando na van de Bill)
Bill Dewey: Muito bem, agora temos que fazer o controle de danos. Os eleitores vão ficar impacientes.
Steven: Eleitores?
Bill Dewey: Olá, jovens residentes de Beach City.
Sadie: Será que tem alguma coisa errada?
Lars: Além da falta de energia que desligou os freezers e que derreteu todo esse sorvete. (Sadie e Lars estão levando caixas com sorvetes derretido para o lixo)
Steven: O quê? O sorvete?
Lars: Olha cara, isso é um belo, ah! (Lars senta nas caixas de sorvete derretido e suja as calças)
Sadie: Eu te ofereceria Steven, mas derreteu tudo.
Steven: Tá acontecendo com todos os sorvetes da cidade? Isso é realmente uma crise!
Bill Dewey: Por favor, vamos todos manter a calma porque eu tenho tudo sob controle.
Steven: Tem mesmo?
Bill Dewey: Mas é claro! A energia vai voltar e os freezers vão funcionar ao anoitecer, não precisam mais chorar pelo leite congelado. (Bill Dewey dá um broche e um bastão de luz para Sadie) Toma.
Sadie: Vote no Dewey.
Bill Dewey: Eu vejo vocês em algum lugar da cidade. Cuidem-se bem.
Steven: Até logo gente!
Sadie: Obrigada pelo bastão de luz! (O Prefeito e Steven vão para a van. Os dois conversam enquanto Bill dirige)
Steven: Então quer dizer que tudo vai se resolver?
Bill Dewey: O quê? Ah não.
Steven: Você, você mentiu pra eles?
Bill Dewey: Olha Steven, não é mentira quando você é o prefeito, trata-se de política.
Steven: É mesmo?
Bill Dewey: É claro que é. Deixa eu te dizer uma coisa, quando você trabalha pro governo, você não pode controlar o que acontece no mundo, mas pode controlar como as pessoas se sentem sobre tudo. É o fardo que eu carrego, fazer as pessoas de Beach City se sentirem melhor e mais felizes e mais seguras.
Steven: Mas...
Bill Dewey: Quais são as outras opções? Por as pessoas em pânico total? Isso não deu muito certo em Ocean Town.
Steven: Eu nunca ouvi falar em Ocean Town.
Bill Dewey: Exatamente. Por isso você tem que dar ao povo uma coisa em que acreditar. Quando eles veem a minha cabeça gigante sobre esse carro andando pelo calçadão, eles pensam, aí vem a ajuda. Bom, tem gente que pensa assim, tem um exterminador mas, elels se dão conta de que sou eu, o prefeito deles! Já viu um caminhão do exterminador com a cabeça em cima? Esse cara me copia em tudo.
Steven: É...
Bill Dewey: Toma, segura isso aqui. (Bill dá um sacola com cheio de broches e bastões de luz para Steven segurar)
Steven: Vote no Dewey? (Os dois descem da van e o Prefeito começa a falar em um megafone)
Bill Dewey: Atenção, meus bons cidadãos. Como vocês devem ou não estar cientes, houve um corte de energia afetando toda a área de Beach City.
Nanefua: Hã, é mesmo?
Bill Dewey: Mas esse problema é apenas temporário. Não precisam se preocupar, as coisas podiam estar piores, podíamos estar em Ocean Town. (Todos os cidadãos riem caçoando do Prefeito)
Fryman: Não tem graça!
Bill Dewey: De qualquer maneira, a energia voltará ao anoitecer, então enquanto isso, aproveitem muito esse lindo dia de sol e a energia voltará rapidamente. Eu prometo. (Todos começam a falar na mesma hora) Muito bem, entregue um broche e um bastão de luz para cada um deles. (Bill ri para os cidadãos)
Steven: Toma um bastão de luz e pra você, pra senhora. (Steven começa a distribuir os broches e os bastões)
Greg: Olá Steven, você por acaso tem alguma relação secreta com o governo que eu deva saber?
Steven: Haha, toma aqui.
Greg: A gente sempre ganha mais um broche do prefeito Dewey, mas um bastão de luz, o que que eu vou fazer com ele? (Greg devolve o bastão de luz para Steven) Até mais filho.
Steven: Mas, pai... Ah não.
(Steven volta para o Templo, sobe as escadas e escuta, escondidamente a conversa das Crystal Gems)
Ametista: E se ela aparecer com mais? A gente tem que massacrar eles.
Garnet: Não são só os robonoides, de acordo com a Lapis, ela vai ter um grande suporte.
Pérola: Quem sabe o que ela pode trazer? Nós não teremos nenhuma chance contra as armas deles, a não ser que o levemos a nocaute logo de saída. (Steven observa o Trio Quartizine)
Garnet: Não tem a ver com os robonoides Pérola, ela virá junto com os outros Gems.
Ametista: Mas, e daí, o que é que essa Lapis pode saber?
Garnet: Acame-se Ametista.
Ametista: Acalme-se você tá, ah olha quem ta aí! (Ametista disfarça ao ver Steven chegando) É o Steven! Nosso amigão Steven, tá fazendo o quê aqui?
Steven: Eu moro aqui né. Tá tudo bem com vocês?
Pérola: Mas, é claro.
Garnet: Na verdade, nós já íamos começar a jogar, cartas.
Pérola: Isso, cartas.
Ametista: Não quer jogar guerra?
Pérola: Hum.
Ametista: Quer dizer, paz.
Steven: Até quero mas, como vamos jogar cartas no escuro?
Garnet: Podemos acender o fogo da lareira.
Pérola: Isso, como os homens primitivos.
Ametista: Vem homem primitivo. (As Gems entram para dentro da Casa. Elas começam a conversar, só que Steven não escuta nada, porque está do lado de fora. Steven lembra em sua cabeça, da frase do Prefeito: Mas quando o sol se põe, a cidade também se põe.)
Steven: Se põe. (O sol se põe. O narrador diz: Big Rosquinha. Os cidadãos aparecem no calçadão, bravos com o Prefeito porque a energia ainda não havia voltado. Steven corre até lá para ver o que está acontecendo) Poxa vida!
Bill Dewey: Ha ha, vamos todos manter a calma. Tenho certeza de que conversando nós vamos, vamos é, chegar a um bom acordo. (Bill fala com o megafone na mão)
Nanefua: Não tem acordo, foi prometido!
Fryman: Sem energia eu não posso cuidar da minha família. Esse aqui fica bem, mas esse outro aqui não sabe se cuidar. (Fryman fala de seus filhos ao prefeito)
Bill Dewey: Eu tenho certeza que a energia voltará amanhã, ah, quer dizer, eu acho.
Nanefua: Para com essa enrolação, prometeu pra nós e agora está mentindo.
Bill Dewey: Por favor, bons cidadãos de Beach City. (O povo começa a jogar os broches e os bastões no prefeito. Ele entra na van) Au! Se vocês não se acalmarem...
Nanefua: Vamos virar o caminhão! (A população derruba a van do prefeito)
Steven: Hã. (Steven sobe em cima da van) Todo mundo, por favor! (Todos se acalmam) A energia pode não voltar essa noite, pode não voltar nem mesmo dentro de um ano, mas eu sei que todos vocês vão ficar bem, porque eu conheço bem cada um de vocês. São espertos e são fortes, possuem recursos e se em portam uns com os outros mais do que se importam com: fornos de microondas, ou videogames, ou em poder ver no escuro. Sei que será ruim pros negócios, e pras vidas de vocês, mas vamos mesmo nos machucar uns aos outros? É claro que não! Vamos enfrentar a noite juntos e vamos sobreviver! Porque nós somos a luz de Beach City! (O prefeito sai de dentro da van)
Bill Dewey: Ah é, pois é, é claro que é, obrigado Steven, eu não teria feito melhor.
Nanefua: Não tenta escapulir de fininho!
Bill Dewey: Ah, não, não...
Steven: Calma gente, tá tudo bem, o prefeito escondeu as coisas de vocês, mas ele fez isso pra que não se preocupassem. Ele estava protegendo vocês da verdade, porque, porque, ele ama vocês. (Steven retorna ao Templo, onde avista as Gems á luz da lareira. Pérola está consertando a máquina)
Pérola: Ah, oi Steven. Se eu conseguir concentrar a onda mais um pouquinho...
Steven: Vocês não querem conversar?
Pérola: E por que precisaríamos fazer isso?
Ametista: Ô Steven, ainda deve um jogo de cartas pra gente.
Garnet: É, entro nesse aqui. (Garnet pega algumas cartas)
Steven: Não, eu não quero jogar cartas, eu quero falar sobre a Peridot.
Pérola: Ah é claro, mais tá tudo bem.
Steven: Não, não está! Eu sei que não está. Eu sei que vocês não querem que eu fique assustado, mas, me contem a verdade.
Garnet: Peridot está vindo, e não sabemos quem ou o que está vindo com ela. (Garnet põe as cartas na mesa) Ela é uma Gem moderna, com tecnologia Gem avançada e ela é muito poderosa. Steven, a verdade é que estamos, assustadas.
Steven: Já ficamos assustados antes, não foi? Nenhum de nós sabe o que vai acontecer, mas, tá tudo bem, podemos resolver as coisas, juntos.
Garnet: Hum. (A energia elétrica volta e toda cidade é iluminada)
(O episódio acaba)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória