FANDOM


Steven Universe

Esta página é uma transcrição finalizada do episódio "O Café da Manhã".
Não edite esta página, a menos que você encontre algum erro gramatical ou descrição incorreta.
No caso de outros tipos de mudança, por favor entre em contato com a administração.

(O episódio começa com Steven abrindo as janelas da sala, observando o amanhecer)
Steven: Todo mundo saiu. Vou preparar o café da manhã. (Ele pega calda de chocolate, waffles e pipoca. Ele coloca os waffles na torradeira e depois os pega e coloca-os em um prato. Ele joga calda de chocolate em cima deles. Ele bate na porta do Templo) Pérola! Garnet! Ametista! Vocês estão aí? (Ele coloca pipocas no microondas, passa algum tempo e elas ficam prontas, ele joga as pipocas em cima dos waffles) 1, 2, 3, apareçam! Elas devem estar por aí salvando o mundo. (Ele pega chantilly e coloca nos waffles) Olha só, eu me superei com isso aí. (Ele abre a porta e olha para fora) Pérola! Garnet! (Ele entra de novo. Pegando um morando, ele coloca-o no topo do chantilly. Ele termina e levanta o prato) Prontinho! Isso tá bom demais pra eu comer sozinho, precisa ser um café com todo mundo. (Garnet chega ao Templo)
Steven: Ah, Garnet! Perfeito, saca só isso, eu sei que não tá muito saudável, mas tá tão bonitinho, então você pode dizer que é um café da manhã equilibrado, né? (Garnet não responde nada) Eu preparei tudo pra gente tomar café da manhã juntos como melhores amigos!
Garnet: Eu não posso ficar, tenho que resolver um assunto importante no Templo.
(Ela ativa suas pedras e abre-se uma porta)
Steven: Importante? Tipo o que?
Garnet: Tenho que queimar isso aqui.
(Ela mostra uma pintura para Steven. Ele fica impressionado, pega seu celular e tira uma foto)
Steven: Que legal!
(Garnet pega o celular dele)
Garnet: E tenho que queimar isso também.
(Ela entra na sala e a porta se fecha)
Steven: Não! Devolve! (Ele levanta sua blusa e encontra sua pedra na porta) Abre, porta! Você nunca me obedece.

(Ametista entra no Templo transformada em um policial com uma pistola d'água)
Ametista: Polícia! Parado aí! Mãos ao alto!
Steven: Ah! Não! (Steven fala em câmera lenta e pula para defender as panquecas)
Ametista: (Ri e transforma sua cabeça) Aí, cara! Enganei você direitinho. Você tinha que ter visto sua cara.
Steven: Ah, eu sabia que era você.
Ametista: Ah é, como?
Steven: (Steven vai até seu armário e troca de camisa) Isto é uma pistola d’água. Eu não sou bobo, tá?!
Ametista: Tem uma coisinha bem aí em você!
(Steven olha para sua camiseta e Ametista atira água com seu brinquedo. Enquanto Steven grita, Ametista cai em risadas. Ametista e Steven ouvem um barulho vindo da porta do templo. A porta do quarto de Ametista se abre)
Ametista: Pera aí! (Ametista destransforma o resto do seu corpo para a forma de costume) Essa aí é minha porta! (Ametista corre em direção de sua porta)
(Pérola sai do quarto de Ametista de olhos fechados enquanto segura uma espada)
Pérola: Ah, Ametista, que bom que você chegou! Pode me explicar o que uma de minhas espadas estava fazendo no seu quarto?
Ametista: De repente ela tava fazendo uma festinha.
Pérola: Ah, confessa! Foi você que pegou!
Ametista: Não peguei não!
Pérola: Tudo bem! Já é passado. (Pérola faz uma pequena manobra com a espada) Eu te perdoo. (Ametista faz um barulho dando insinuação de que não liga para o que Pérola diz) E aproveitei e arrumei aquela bagunça do seu quarto. De nada!
Ametista: (Ametista pergunta com tom de insatisfação e surpresa) Você fez o que?! (Ametista corre em direção para dentro do seu quarto) A minha bagunça é organizada!
Steven: (Corre atrás de Ametista, porém a mesma já havia entrado em seu quarto) Ametista, espera aí!
Pérola: (Câmera foca no rosto de Pérola que segue com o olhar para onde Steven vai) Qual é o problema, Steven?!
Steven: (Se aproxima das panquecas) É que eu queria tomar um café da manhã com vocês, aí preparei esse super café da manhã (Steven aponta com as duas mãos para as panquecas), mas nenhuma de vocês fica aqui.
Pérola: (Não prestando atenção para o que Steven diz ao mesmo tempo em que ativa sua porta) Ah, que coisa legal, hein. (Pérola entra no seu quarto e afunda em suas águas)
Steven: (Steven dá uma breve respiração ofegante) Ah, não! Você também não! (Steven pega as panquecas que estavam em cima da mesa) (Steven diz com tom de determinação) Não vou deixar o café da manhã virar almoço!
Steven: (Corre em direção da porta e coloca seu braço para impedir que ela se feche. Steven após um breve esforço consegue passar pela porta e se impressiona com a paisagem do quarto) Olha isso! (Pérola surge nas águas com poses graciosas até que surge sua coleção de espadas. As bainhas com suas respectivas espadas rodeiam Pérola até que ela encontra a bainha correta para sua espada) Então vamos ver. (Pérola percebe que a bainha estava torta então a endireita) (Pérola diz com uma respiração de alívio) Ah!
Steven: Ô, Pérola!
Pérola: (Se assusta com a presença de Steven e derruba a coleção nas águas de seu quarto) Steven?! O que está fazendo aqui? É perigoso para você (um pequeno feixe de luz azul rodeia a mão esquerda de Pérola que faz com que a porta se abra) ficar dentro do templo!
Steven: (Steven nota que a porta se abre e diz com tom de determinação para Pérola) Nós temos que tomar café da manhã juntos, mesmo que eu tenha que molhar os sapatos! (Steven entra na água enquanto ergue o café da manhã para não o molhar) Opa!
Pérola: (Pérola diz indagando) O quê?! Steven sai daqui!
Steven: (Agora erguendo o café da manhã com a mão direita) Eu vou nadar até aí! Viu? No estilo remador pra frente. (Steven percebe que uma espécie de cachoeira a sua frente e começa a nadar em direção contrária) Ah, não! Pera aí! (Steven dá um breve grito) Aí! (O curso das águas começa a cair, tornando o esforço de Steven em nada ao contrário inútil) No estilo remador pra trás! Pra trás!
Pérola: (Grita preocupadamente) Steven!
Steven: (Enquanto nada, o curso da água vai inclinando para a direita) Volta, volta! (Steven percebe o curso das águas e nota o formato ondulado delas. Steven diz com tom surpreso) Olha só! (Steven grita enquanto segue um formado de ondulação para cima e para baixo ao mesmo tempo em que tenta proteger as panquecas. Steven nota o fim da cachoeira e percebe que há uma espécie de rio no fim. Steven diz com tom de desespero) Fica inteiro café da manhã! (A tela fica escura e segundos depois Steven aparece na margem do rio que foi empurrado pelas águas. Steven diz ofegantemente) Ah!
Ametista: (Ametista surge inesperadamente naquele lugar para surpresa de Steven. Ametista pega um monte de tralha e joga em uma direção. Ametista diz com tom de satisfação) Bem melhor!
Steven: (Diz com tom de felicidade e surpresa) Ametista!
Ametista: Oi, Steven! Você desceu pela cachoeira? A Pérola detesta que eu guarde o lixo dela, mas o lixo dela sempre cai aqui.
Steven: Que tipo de lixo?
Ametista: (Rindo, pega Steven e o ergue) Lixo, tipo... Você! (Ametista e Steven riem juntos. Ametista corre e joga Steven em uma de suas tralhas) Mas que horror! A Pérola arrumou meu lixo todo.
Steven: Eu tô achando bem bagunçado.
Ametista: Valeu! Eu tento. (Ametista chuta umas tralhas que estava por perto).(Ametista nota o café da manhã na mão de Steven e pergunta o que seria aquilo) O que é isso aí, Steven?
Steven: É um café da manhã para nós todos.
Ametista: Legal, lanchinho!
(Ametista tenta pegar o café da manhã das mãos de Steven que defende o café da manhã)
Steven: Não! É pra todos nós comermos juntos. Esse é o espirito do café da manhã.
(Ametista para por uns segundos, dando a impressão de que havia entendido o que Steven havia dito)
Ametista: Ah! Dá pra mim! (Ametista começa a perseguir Steven em busca do café da manhã) Dá pra mim! (Steven e Ametista entram em um tipo de caverna) Dá pra mim!
Steven: (Ofegantemente diz enquanto dá uma breve olhada em Ametista) Temos que comer isso juntos! (Steven nota que o caminho havia ficado invertido, ou seja, de cabeça para baixo. Enquanto Ametista ri, Steven nota que a panqueca iria cair, porém conseguir impedir tal fato a tempo. O caminho havia voltado ao normal)
Ametista: Dá pra mim! Você não vai fugir de mim. Nós dois temos pernas curtas.
Steven: Ah, não! (Steven havia notado o fim da caverna e mais à frente se encontrava algumas pedras suspensas no ar com certa distância uma entre as outras) E agora? (Steven olha para trás e percebe que Ametista está se aproximando)
Ametista: Steven...! Eu tô com fome!
Steven: (Começa a saltar entre as pedras) Você... Não... Me pega! (Steven nota um novo caminho mais a frente) Uma saída! (Steven pula e consegue chegar até a saída, porém a panqueca acabou saindo do prato, porém Steven consegue impedir que eles caiam os pegando com o prato) Legal!

Ametista: (Que chega na mesma entrada que Steven havia encontrado) Volta aqui, Steven! Steven: (Enquanto olha para Ametista) Você não tá pegando o espírito da coisa! (Steven nota uma espécie de tronco de cristal e se agarra nele)
Ametista: (Com tom preocupante) Ei! espera um pouco aí!
Pérola: (Com tom de alívio) Steven! Encontrei você!
Steven: (Com tom de felicidade) Legal! Das três já estou com duas.
Pérola: (Com tom de preocupação) Oh, Oh! Steven, tome muito cuidado!
Steven: (Com tom de dúvida) Mas por quê? Que foi? (Com tom surpreso) Oh, uau (Steven nota que está se segurando numa espécie de coração de cristal. Pode-se ouvir os batimentos do coração)!
Pérola: (Calmamente diz) Você não devia estar aqui! Este é o Coração do Cristal. Oh! Ele está conectado com as áreas mais perigosas do templo. Segure bem aí e não olhe para baixo.
Steven: (Steven olha para baixo e começa a escorregar por uma área bem escura. Depois ele passa por uma área rosada que parece ser o quarto de sua mãe) Ah, pera aí! Até que não é tão ruim! (Steven volta a passar por uma área escura) É ruim sim! (Steven para de escorregar e para numa sala nova. Pode-se ouvir borbulhas vindo de um tipo de banheira de lava ao mesmo tempo em que Garnet aparece naquela sala)
(Steven nota Garnet se aproximar da banheira. Garnet pega o celular de Steven e o parte ao meio, jogando-o imediatamente na lava.)
Steven: Oh!
(Garnet abre o desenho e ativa suas pedras fazendo o papel levitar, depois mergulha uma pequena parte dele na lava. Quando o desenho começa a queimar, Garnet o envolve em uma bolha. Steven escorrega e cai em pé no chão)
Pérola: (Pérola e Ametista caem ao lado de Steven. Pérola toca no ombro de Steven e o mesmo se assusta) Steven, você sai daqui com a gente!
Ametista: Vamos embora!
Steven: (Grita alegre e eufórico) Ah! (Ametista e Pérola sinalizam para ele fazer silêncio) Mas que legal, estamos todos juntos! (Garnet percebe a presença deles. A fumaça da bolha começa a se mover, porém Garnet impede) Vamos comer finalmente, quer dizer não tem guardanapo (Pérola e Ametista correm até Garnet), mas a gente come com a mão mesmo. Eu não vou julgar ninguém!
Garnet: (A fumaça começa a se movimentar mais dentro da bolha) Steven, saia!
Steven: Tá bem! Nos vemos na cozinha?!
(A fumaça escapa e começa a se movimentar pela sala. Parte dela se aproxima de Steven. Garnet e Ametista ativam suas armas)
Garnet: Está tentando escapar. Force-o de volta!
(Garnet dá um soco no espírito. Parte dele vai para cima de Steven, porém Ametista aparece e chicoteia a fumaça)
Ametista: Pra trás!
(A fumaça toma uma forma de mão e avança em Pérola que o ataca com sua lança. Garnet surge e soca a fumaça que avança em Steven).
Crystal Gems: Steven!
(A fumaça misteriosamente desaparece. As panquecas começam a se movimentar. Steven surpreso e receoso pergunta)
Steven: Café da Manhã?
(O espírito tomou forma com as panquecas. Pérola atira sua lança nele)
Pérola: Ele se refugiou em uma matéria orgânica! (O espírito ataca Pérola)
Garnet: Agora ele tem todo o poder de um café da manhã! Nós temos que destruí-lo!
Pérola: Isso é horrível! (O Chantilly que o monstro havia lançado, consome o corpo de Pérola)
(O monstro parte a Lança de Pérola ao meio que instantaneamente desaparece. Garnet tenta socá-lo, porém fica com uma de suas manoplas presa, Ametista aparece e puxa Garnet)
Ametista: Vem!
Steven: Gente, eu não queria isso! Eu só queria que tomássemos um café da manhã juntos!
Garnet: Steven, você tem que sair daí!
Steven: E o meu café da manhã?!
(O monstro lança uma panqueca gigante em Garnet e Ametista, jogando-as contra a parede. Steven começa a empurrar o monstro) Steven: Agora já chega! Ah! Não interessa se você é a refeição mais importante do dia. (Steven pressiona o monstro contra a banheira de lava) Eu te preparei para que nos juntasse, não que nos separasse! (Steven derrota o monstro)
(Garnet e Ametista saem da panqueca ao mesmo tempo em que Pérola se desgruda do chantilly. As três se aproximam de Steven)
Steven: Foi mal gente! Acho que exagerei no sonho.

(A tela fica negra. Em seguida pode-se ver Garnet botando dois waffles na torradeira, depois é visto Ametista colocando dois sacos de pipoca no micro-ondas, depois pode-se ver Garnet pegando os dois waffles no ar e colocando-os no prato junto de outros seis waffles, Pérola joga calda de chocolate, Steven as pipocas, Garnet o chantilly e Steven colocando o morango no topo)
Steven: Está maravilhoso! Estamos mais juntos e com mais café da manhã. (Uma música se inicia. Todos olham para o café da manhã, se recordando do ocorrido) Acho que não consigo comer isso!
Ametista: Vamos pedir uma pizza!
Steven: É, acho que é uma ótima ideia!
Pérola: Com certeza!
Garnet: Essa coisa tentou acabar com a gente.
(A estrela aparece e o episódio encerra)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória