FANDOM


Steven Universe

Esta página é uma transcrição finalizada do episódio "Motel Keystone".
Não edite esta página, a menos que você encontre algum erro gramatical ou descrição incorreta.
No caso de outros tipos de mudança, por favor entre em contato com a administração.

(O episódio começa com Pérola se transportando para dentro do Templo do Cristal)
Steven: Pérola! Você foi aonde?
Pérola: Eu fui procurar Peridot durante vários dias. Steven, eu sei que posso ter decepcionado todos vocês, eu sei que Garnet tá muito triste comigo, mas eu vou provar que ela pode confiar em mim novamente! (Garnet entra no Templo) Ah, Garnet! Eu estava procurando Peridot, ela tem que estar em algum lugar, não é? Tem alguma ideia? (Garnet ignora Pérola e começa a se afastar) Me desculpe. (De repente, Greg entra no Tempo)
Greg: Quem vai querer pegar a estrada comigo? (Steven, Pérola e Garnet olham para ele) Ah, cheguei numa hora ruim?
Garnet: Não. Por favor, continue.
Greg: Tenho que ir ao próximo estado, Keystone.
Pérola: Não entendi, é um nome de um estado?
Greg: Isso, um estado chamado Keystone. Conheci um cara na internet que tá vendendo uns escovões de lavar carros baratinho, tenho que encontrá-lo em Keystone pra compra-los.
Steven: Não gosto daqueles escovões, ficam esquisitos no seu cabelo.
Greg: Mas você gosta de motéis?
Steven: Provavelmente.
Greg: Achei que você ia querer ficar em um motel com seu pai preferido.
Steven: Greg, eu não sei se você é o meu preferido.
Greg: O que?! Ah... Vem cá seu brincalhão. (Steven pula no colo do pai)
Steven: Eu vou querer pedir serviço de quarto!
Greg: Só que você tá pensando em um hotel e nós vamos para um motel, vai ter piscina, gelo grátis e é bem pertinho da Melhor Lanchonete do Mundo!
Garnet: Eu vou também. (Pérola fica surpresa)
Pérola: O que?
Steven: Melhor ainda!
Greg: Olha, Garnet, eu sei que to enchendo a bola desse lugar, mas não é o Copacabana Palace.
Garnet: Deixe que eu mesmo julgue isso.
Greg: Então tá, nesse caso, pé na estrada!
Steven: Pé na estrada!
Garnet: Pé na estrada.
Pérola: Maravilhoso, eu tenho certeza que a Ametista vai... (Garnet ignora Pérola e sai do Templo) Bom, até logo! (Greg fica confuso com a situação)
Steven: Vai ser divertido, não vai, pai?


(Os três viajam na Van de Greg, onde mostra Garnet visivelmente brava. Eles chegam no motel em Keystone)
Greg: Outra coisa ótima sobre os motéis é que você pode parar o carro na sua porta. (Greg a porta do quarto e mostra-o para Steven, que fica maravilhado com o lugar)
Steven: Eu vou nadar na piscina, alugar um filme, pedir gelo grátis, vai ser muito legal! (Steven se joga na cama)
Greg: Mas primeiro vamos ver se não tem carrapatos na cama! (Garnet entra no quarto com toda a bagagem) Boa notícia, não tem carrapatos. (Greg recebe uma mensagem no celular) Tá na minha hora, ei, se importa de cuidar de tudo até eu voltar? (Garnet, que estava tremendo, faz um sinal de "Ok") Ótimo, vou falar com o cara sobre aquelas escovas, o cara da internet, e se eu não voltar em uma hora, chamem a polícia.
Steven: Tá bem! (Greg vai embora) Pula na cama comigo, Garnet! Ou vamos ver os folhetos... Ah, as cavernas de Keystone. (De repente, Garnet começa a se descontrolar)
Rubi (Através de Garnet): Eu não tenho vontade de perdoar a Pérola!
Safira (Através de Garnet): Não está entendendo, temos que perdoá-la.
Rubi (Através de Garnet): Se você não vai me ouvir, pode ir embora! (Garnet se separa)
Safira: Temos que resolver logo isso, Rubi.
Rubi: Ela mentiu pra nós pra que formassemos Sardonyx e ela nos enganou, você não tá se sentindo usada?!
Steven: Rubi! Safira! Eu...
Safira: Está levando a coisa pro lado pessoal.
Rubi: Foi uma fusão, Safira! O que pode ser mais pessoal pra nós do que uma fusão?!
Safira: Eu sei que você está zangada. (Steven observa tudo)
Rubi: Ah, então sou apenas eu?
Safira: Claro que não, será que não está vendo que eu estou espumando de raiva?
Rubi: Mas não tá parecendo que tá não. (Safira começa a flutuar)
Safira: Quanto antes perdoarmos a Pérola, melhor será pra todos nós.
Rubi: Você não tá tão acima desse problema quanto pensa que está! (Começa a sair fumaça de Rubi, Safira pousa em uma cama)
Safira: Sim, eu estou. (Rubi, com raiva, começa a andar de um lado para o outro) Não pode ficar zangada com ela pra sempre.
Rubi: Quer apostar? (Rubi começa a marcar o chão com suas pegadas)
Safira: Rubi, o tapete. (Rubi sai furiosa do quarto)
Steven: Muito legal... Ver você de novo.
Safira: Legal ver você também.


(Steven sai do quarto e vai na direção da piscina e encontra Rubi andando em círculos na beira da piscina)
Steven: Oi, Rubi. Não quer nadar na piscina?
Rubi: É a fusão, Steven! E parece que a Safira não tá nem aí e nós devemos sempre ser uma Gem superior e nós somos sempre uma Gem superior! Não seremos dessa vez! Não sobre isso!
Steven: Anda, vem esfriar a cabeça aqui na piscina. (Steven salta dentro da piscina, jogando água em Rubi)
Rubi: Eu não preciso esfriar a cabeça! (Começa a sair fumaça de Rubi)
Steven: Ah, entra, Rubi, essa água tá ótima.
Rubi: Por que ela sempre age como se eu estivesse sendo a ridícula? (Rubi entra na água)
Steven: Rubi, você fez um círculo quente. (Com sua raiva, Rubi começa a ferver) Ahh! Um círculo quente! Tá fervendo! Então tá, acho que vou voltar lá pro quarto. (Steven entra no quarto e percebe que o ambiente está congelado) Uh! Safira.
Safira: Olá, Steven.
Steven: Tá tudo bem com você?
Safira: Estou ótima. (Começa a formar gelo na parede)
Steven: Tá bem. Você quer ver TV comigo?
Safira: Claro. (Steven liga a TV)
Steven: Ih, os números dos canais estão todos errados. Ei, você pode usar os seus poderes do futuro pra me dizer qual canal eu vou gostar mais?
Safira: Hum... 43, mas não tem nada muito bom. (Steven se cobre por causa do frio)
Steven: Ei, Safira...
Safira: Mesmo se eu falar, a Rubi não vai me escutar. (Steven fica surpreso) Vai dizer que eu devia falar com a Rubi, mas não adianta.
Steven: Mas parece que ela tá muito chateada mesmo.
Safira: Isso não importa, não podemos ficar com raiva da Pérola pra sempre e ela não pode ficar com raiva de mim pra sempre, tenho certeza que ela vai entender.
Steven: Você tem certeza disso? (Steven fala isso com muito frio)
Safira: Eu posso ver o caminho do destino enquanto ele ruma para o horizonte, Rubi não pode evitar o inevitável, ela só está perdendo o controle das próprias emoções.
Steven: E você não está?
Safira: Não. (Um gelo é formado na cama)
Steven: Eu vou ao banheiro. (Steven vai até o banheiro)
Safira: Também é inevitável.
Steven: Ô-Ô, Safira, o vaso tá congelado.
Safira: Isso é o destino. Steven: Eu sou obrigado a fazer pipi lá fora também? (Steven sai do quarto)
Safira: É sim.


Steven: Estado de Keystone... (Greg chega no motel e sai da van com uma pizza na mão)
Greg: E aí, Steven, trouxe o jantar.
Steven: Oi, pai, como é que foi?
Greg: Foi bom, não era um psicopata assassino. Que que você tá fazendo aqui fora de sunga? E cadê a Garnet? (Greg abre a porta do quarto e vê Safira)
Safira: Ele não vai gostar, ela é quadrada. (Greg fecha a porta do quarto)
Greg: Ah, cara, onde é que tá a outra?
Steven: Ela tá andando no que costumava ser a piscina. (É mostrado Rubi andando no fundo da piscina sem água, devido a ela ter feito a água evaporar)
Greg: Deve estar rolando uma coisa séria pra fazer a Garnet se dividir, mas ei, a gente pode se divertir. (Greg abre a caixa da pizza, revelando uma pizza quadrada)
Steven: Pizza quadrada?! O que acontece com esse estado maluco?!
Greg: Filho, num momento de sua vida, vai aprender a aceitar todas as pizzas. (Steven pega um pedaço de pizza)
Steven: Por que a Rubi e a Safira não conseguem fazer as pazes?
Greg: Às vezes pessoas que se amam também machucam uma as outras sem querer, o melhor é darmos um tempo a elas.
Steven: Mas eu acho que as duas resolveriam isso se conversassem.
Greg: Tudo vai melhorar amanhã de manhã, iremos a Melhor Lanchonete do Mundo pra elas tomarem o melhor café da manhã do mundo.
Steven: Será que isso vai ajudar?
Greg: Nada como um café da manhã pra aproximar as pessoas.
Steven: Você é meu pai preferido mesmo.
Greg: Eu sabia que essa pizza ia me colocar lá em cima.


(A tela escurece. No outro dia, os quatro vão a Melhor Lanchonete do Mundo. A garçonete chega e coloca os pratos na mesa)
Greg: Oi, muito obrigado.
Steven: Obrigado.
(Rubi olha com cara feia para a comida)
Greg: Qual o problema? Estão sem fome?
Steven: Gems não precisam comer, pai.
Greg: Mas a Garnet gosta de comer às vezes.
Rubi: Ahh! Mas a Garnet não está aqui!
(Steven olha para Greg, ele está nervoso com a situação)
Greg: Ah, cara, isso aqui é realmente a melhor lanchonete do mundo inteiro.
(Rubi começa a balançar a mesa)
Safira: Está balançando a mesa.
Rubi: Ah, é? Eu tô surpresa que tenha conseguido sentir alguma coisa!
Safira: Eu não senti, eu vi.
Rubi: Tudo é incrivelmente claro pra você, não é mesmo?! (Rubi começa a balançar a mesa mais ainda) Né?! Né?! Né?! (Os pratos de Greg e Steven voam e eles seguram antes que caiam no chão)
Safira: Vai passar, uma hora ela vai queimar essa raiva toda.
Rubi: Isso é o que você acha! Eu sou uma chama eterna, querida! (Rubi invoca sua manopla e bate na mesa, derrubando-a) Você não me conhece!
Safira: Mas como eu não posso te conhecer você?
(Steven fica chateado com a situação)
Greg: Tá tudo bem, garoto, da pra salvar isso, a gente pode embalar isso aqui pra viagem e... (Steven joga seu prato no chão e sai da lanchonete, chateado) Ah, cara...


(Rubi e Safira olham uma para outra e vão atrás de Steven)
Rubi e Safira: Steven!
Steven: Fiquei tão feliz quando a Garnet disse que ela viria nessa viagem comigo e com meu pai! Lá em casa tá horrível, aqui tá horrível! Achei que vocês queriam se divertir, mas todo mundo tá agindo tão mal também, isso acabou vindo com a gente, não to entendendo, será que... será que sou eu?
Rubi: Não! Steven a culpa é toda nossa.
Safira: É que fizemos ele achar que era culpa dele e eu continuo olhando pro futuro quando tudo isso tiver sido resolvido, como se não importasse como nos sentimos no presente, (Safira começa a chorar) não é a toa que você acha que eu não me importo.
Rubi: Safira... Não, não, não, não, não! Isso é tudo culpa minha, eu não queria encontrar uma solução, só queria ficar com raiva. Você tem razão, você sempre tem razão, eu tava sendo uma burra.
Safira: Eu não acho que você seja burra!
Rubi: Poxa, desculpa. (Rubi tira a franja de frente do rosto de Safira, revelando seu único olho e enxuga suas lágrimas)
Safira: Você acha mesmo que eu não fiquei chateada com o que aconteceu? Eu só estava querendo fazer a coisa certa.
Rubi: Eu sei. Sabe o que é bem legal em ser dividida?
Safira: O que?
Rubi: Eu consigo olhar pra você.
(Safira ri do comentário de Rubi e ela a abraça)
Safira: Isso é sério?
Rubi: Eu adoro esse seu risinho lindo.
Safira: Tá me constrangendo na frente do Steven!
(Steven fica envergonhado. Rubi joga Safira no ar e a segura no colo e começa a beijá-la no rosto, Steven fica envergonhado e cobre os olhos)
Greg: Bom, eu já paguei pelo café da manhã e por aquele estrago lá trás e eu não to mais afim dessa folga, vamos encerrar por aqui?
(Steven vê uma luz e percebe que Garnet foi formada novamente)
Garnet: Não antes de pegarmos nosso gelo grátis.
Steven: Garnet!


(Eles retornam ao templo)
Steven: Já chegamos em casa!
(No templo, Pérola estava conversando com Ametista)
Pérola: E por quê eu continuo... Ah, parece que todos se divertiram muito!
Steven: É, acabou dando tudo certo.
(Garnet entra no templo)
Pérola: Garnet, como você está?
Garnet: Agora não. (Garnet vai para outro local do templo)
Pérola: Ela tá falando comigo de novo, mais ou menos, né?
Greg: É, foi uma viagem e tanto.
Steven: Ah, podemos voltar lá?
Greg: Quem sabe um dia, mas não naquela lanchonete... Ai, cara.
(O episódio acaba)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória